O vice-presidente da República Michel Temer (PMDB) defendeu nesta quarta-feira (3), ao lado da bancada parananense no Congresso Nacional, a permanência da usina de xisto da Petrobras em São Mateus do Sul.

“Pedimos ao vice-presidente que interceda junto ao Ministério de Minas e Energia e à Petrobras para que a estatal não feche a unidade em São Mateus e ele concordou em nos ajudar”, disse o deputado federal João Arruda (PMDB), coordenador da bancada.
Visita de comitiva do Paraná
Diante dos parlamentares, Temer telefonou para o ministro Eduardo Braga para pedir uma reunião com os técnicos da Petrobras e todas as autoridades envolvidas, além da bancada paranaense e dos representantes de São Mateus.

“No que depender do esforço da bancada do Paraná, a usina não será fechada”, acrescentou Arruda. A desativação estaria sendo cogitada pela empresa, mas poderia causar um grande prejuízo para cidade.

Estiveram no encontro com Temer Darcy Pinto, Edson Gisno, Edimir Pasquale e Wilceu Kotrich, representantes da Associação Comercial de São Mateus do Sul; o prefeito Clovis Ledur, o vice-prefeito Clóvis Distéfano e o vereador Omar Picheti; os deputados federais Sandro Alex, Aliel Machado, Toninho Wandscheer, Alfredo Kaefer, Rubens Bueno; e a senadora Gleisi Hoffmann.

Foto: Marcos Corrêa